Siga-me por e mail

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Muito prazer, eu sou a Duda! -Sinais de autismo

.Nasci com 36 semanas de gestação, pesando 3.060 e medindo 48 cm. Tenho sorriso fácil assim desde meus 2 meses de idade. Fui um bebê super tranquilo, não dei trabalho pra mamãe.

Com o passar dos anos, algumas coisas começaram me incomodar. Quando as coisas não me agradam, prefiro me esconder pra me proteger, me isolar daquilo naquele momento.

Gosto de subir em tudo. Em mesas, armários, escadas. Quando fico lá no alto, minha visão é diferente  e eu me divirto muito com isso. Tento subir em qualquer lugar. Quanto mais alto, mais divertido. 


Fico muito nervosa quando algo de inesperado acontece. Eu sentei nesse brinquedo, mas não imaginei que ele fosse se mover. Minha mãe poderia ter me avisado..


Gosto de brinquedos, mas me divirto mais com outros objetos. O rolo de macarrão passou por algumas aventuras, e o bastão do box foi meu bebê e eu até fiz ele dormir! 


Barulhos me incomodam. Alguns, não todos. O pior é o barulho do trem chegando. 


Cheiro de frutos do mar, nem pensar! Sinto ele mil vezes mais intenso que o normal. 


Quando pego meus brinquedos, converso muito com eles. Coloco todos um do ladinho do outro e fico observando. 


Ah, a textura da areia me conforta. Gosto muito! 


Alguns meses atrás ainda era muito difícil pra mim controlar a intensidade dos meus sentimentos. Fiquei muito triste nesse dia, queria ficar mais no parque, mas, mamãe tinha que ir embora. Deitei no chão e paguei pra ver se alguém me tiraria dali. Chorei muito também. As pessoas me olhavam assustadas. 


Deitar em lugares diferentes me deixa mais calma. Faço muito isso, principalmente quando vou ao parque, ou quando vejo algum tapete que seja do meu tamanho. 


No natal, papai noel passou e deixou presente. Mas eu achei essa  embalagem de danone mais interessante. Nem liguei pro presente. 


 Hoje em dia, meu passatempo preferido é esse, olhando números e hiragana. Sei contar até 10 em três idiomas. Conheço todos os hiraganas. Só falta aprender juntá-los e formar palavras. 


Quase todos meus amiguinhos da escola tem características parecidas com as minhas. Mas somos únicos. Não existem autistas iguais. Não gosto quando me tratam diferente. Não sou diferente das outras crianças. Tenho minhas capacidades limitadas, mas me esforço e consigo fazer tudo que preciso. E faço bem feito.
 Algumas pessoas pensam que eu não entendo as coisas, mas eu entendo tudo. Minha mãe tá de prova, pode perguntar pra ela! 
 Quando eu aprender a escrever, volto aqui pra mostrar pra vocês! 




"É preciso força pra sonhar e perceber, que a estrada vai além do que se vê" (Los Hermanos) 

















Nenhum comentário:

Postar um comentário